Doe Medula Óssea – FHEMERON

hemocentro

 

Quando se fala de transplante de medula óssea, estamos nos referindo a um procedimento clínico que possibilita retirar parte da medula alojada na cavidade interna de vários ossos, aquela parte que no esqueleto dos bovinos, por exemplo, chamamos de tutano.  

A medula óssea é formada por tecido gorduroso no qual são fabricados os elementos figurados do sangue: hemácias ou glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas.

No entanto, ela pode entrar em falência e não ser mais capaz de produzir as células do sangue ou pode ser destruída completamente durante o tratamento de determinados tipos de câncer que exigem altas doses de medicamentos quimioterápicos e/ou de radioterapia. Em situações como essas, o transplante alógeno de medula óssea pode ser a única maneira de salvar muitas vidas. O procedimento é bastante simples. Colhe-se uma pequena quantidade de células progenitoras da medula óssea do doador e injeta-se no sangue periférico, na veia do receptor. Através da circulação, essas células atingirão o interior dos ossos, lugar onde mais gostam de viver, começaram a multiplicar-se e retomarão a atividade de produzir os componentes do sangue. Em pouco tempo, o doador terá recomposto completamente sua medula óssea e, se quiser, estará apto para uma nova doação.

 

Quem pode ser doador?
O doador deve ter entre 18 e 55 anos e não ter histórico de doenças infectocontagiosas ou de câncer. As mulheres não podem doar durante a gravidez. Os critérios são semelhantes aos de uma doação de sangue.

 

Fui chamado, e agora?
O hemocentro realiza a análise de dados e identifica possíveis doadores compatíveis. A pessoa cadastrada é convocada e tem a liberdade de decidir se, de fato, fará a doação voluntária. Aqueles que optarem por continuar no processo deve comparecer ao hemocentro de referência para realizar a complementação e confirmação do exame de histocompatibilidade humana (HLA), que comprova a compatibilidade. Além disso, é realizado um check-up para verificar o estado de saúde do doador.

 

Como me cadastrar e enfim, ser um doador?  

1 – A pessoa precisa comparecer a um hemocentro para fazer um cadastro com seus dados pessoais e a coleta de uma amostra de sangue para realizar os testes genéticos. Nesse momento, não são feitos exames para verificar doenças e a informação válida é a dada pelo doador. Depois de feito o cadastro, ele pode ser chamado em 5, 10 ou 15 anos, dependendo da necessidade de um paciente pela compatibilidade do doador. É preciso, no entanto, manter o cadastro atualizado para que a pessoa seja encontrada.

 

2. Se for selecionado, são feitos testes no doador para verificar se há doenças e se ele tem condições de doar.

3. Se ele estiver em condições, a coleta da medula pode ser feita por dois métodos. O mais tradicional é o que retira da bacia, com uma agulha, com anestesia geral ou peridural.

Quer bem mais detalhado?

 

A notícia boa é que nosso país é o terceiro maior número de doadores de medula óssea do mundo, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Com mais de três milhões de doadores inscritos, o país perde apenas para os Estados Unidos, que conta com quase sete milhões de cadastrados, e para a Alemanha, com 5 milhões. Porém, apesar do número positivo, a demanda de pacientes que precisam de medulas compatíveis é crescente, assim como as dúvidas sobre a doação.

 

“Ajudar uma pessoa pode não mudar o mundo, mas pode mudar completamente o mundo da pessoa”.
Faça já sua doação! Seja um doador de medula óssea!

 

Endereços da Hemorrede

FHEMERON – Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Rondônia

Rua Benedito de Souza Brito, s/nº, Setor Industrial

CEP 76.821-080. Porto Velho / Rondônia

Telefones 0800-642-5744; (69)3216-2234; Fax: (69) 3216-5485;

 

UNIDADE DE COLETA E TRANSFUSÃO DE ARIQUEMES

Rua: Cassiterita, nº 3613 – Centro

Ariquemes – RO.  CEP 76872-874

Telefone: (69) 3535-2659

 

UNIDADE DE COLETA E TRANSFUSÃO DE JI-PARANÁ

Rua: Vilagran Cabrita, nº 1440 – Centro

Ji-Paraná – RO. CEP 76900-018

Telefone: (69) 3421-1615

 

UNIDADE DE COLETA E TRANSFUSÃO DE GUAJARÁ-MIRIM

Av. XV de Novembro,  nº 1299 – Centro

Guajará-Mirim – RO. CEP 76850-000

Telefone: (69) 3541-6073

 

UNIDADE DE COLETA E TRANSFUSÃO DE ROLIM DE MOURA

Av. Cuiabá Nº 5424, Bairro Planalto ao lado do Hospital Municipal.

Rolim de Moura – RO.  CEP 76940-000

FONE: (69) 3442-1328

 

UNIDADE DE COLETA E TRANSFUSÃO DE CACOAL

Av. Malaquita, s/nº – Bairro Josino Brito.

Ao lado do Hospital Regional.

Cacoal – RO. CEP 76980-000

Telefone: (69) 3441-0823

 

HEMOCENTRO REGIONAL DE VILHENA

Av. Jô Sato, nº 405 – Bairro Nova Vilhena.

Vilhena RO – CEP: 76980-000

Telefone: (69) 3322-2400

 


Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © Rondônia Turismo - Conheça as belezas de Rondônia .